domingo, 29 de maio de 2011

A DANÇA DOS SIGNOS



Hoje está sendo um DIA DE NOSTALGIA.
Dia de ouvir músicas antigas e vasculhar fotos do passado.

Dia de procurar na INTERNET as músicas do antigo vinil do Oswaldo Montenegro,
A DANÇA DOS SIGNOS.


Das "pesquisas internetianas" que fiz,adorei ver a dança do SIGNO DE CÂNCER,de um espetáculo feito por crianças com a trilha sonora do VINIL.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

TERAPIA DA TERCEIRA IDADE




- Hoje vou fazer a "TERAPIA DE CASAL DA TERCEIRA IDADE "com meus pais.

- Como assim?

- Fácil.Eu pego minha mãe de carro,levo pra passear e fico ouvindo ela falando mal do meu pai durante uma hora.Quando volto,pego meu pai de carro e fico ouvindo ele falar mal da minha mãe durante uma hora.Quando eles voltam pra casa estão calminhos e felizes.

- Sério?

- Simples assim.

sábado, 21 de maio de 2011

COMPARTILHANDO




Tô lendo um livro do Deepak Chopra chamado AS SETE LEIS ESPIRITUAIS DA IOGA que está me fazendo muito bem."Sintam" um trecho dele:

"A filosofia iogue começa com o espírito.Entrar em contato com o espírito é o verdadeiro objetivo da ioga.Ele ocorre naturalmente quando a mente se aquieta e você consegue ter acesso a sabedoria interior que emerge do aspecto mais profundo do seu ser. Uma das maneiras de entrar em contato com a alma é conscientemente se fazer perguntas que se dirijam à essência da experiência humana. Três perguntas fundamentais ajudam a mudar o ponto de referência interior do ego para o espírio.São elas:

Quem sou eu?
O que eu quero?
Como posso servir?


Embora todos tenhamos a tendência de nos identificar com papéis,objetos e relacionamentos na nossa vida, a ioga nos estimula a penetrar mais profundamente no nosso ser e encontrar o lugar interior que está além das âncoras externas.Esta é a fonte de toda a energia e criatividade na vida.Quando você começa a reconhecer que a sua natureza essencial é ilimitada e eterna,a vida se torna prazerosa,significativa e despreocupada."

segunda-feira, 16 de maio de 2011

PERDAS MAIS QUE NECESSÁRIAS

*

Penso que quando a gente nasce,a gente já deve começar a se preparar pra perder.

Tenho tentado me convencer ultimamente de que perder pode não ser tão ruim assim.

Pense por um momento em quantas coisas você já perdeu ou ainda vai perder na vida.
Eu,por exemplo,com 46 anos já perdi bastante delas.


- Perdi meu manequim 42.

- Perdi uma vez uma pulseira de ouro que ganhei da minha avó(e depois disso não ganhei mais nada de ouro de ninguém,pois disseram que eu perderia também)

- Perdi aos doze anos uma viagem ao Butantã com a turma da escola por causa da uma crise de bronquite.

- Perdi a chance de ficar calada quando briguei com meu avô por causa do meu irmão mais velho.

- Perdi na mochila um bicho-da-seda que tinha ganhado num sorteio no primário.

- Perdi o sono várias vezes preocupada com as contas da minha empresa e com o salário dos meus funcionários.

- Perdi a aula da Pilates na terça-feira passada porque estava reunida com meu advogado que poderia perder uma causa minha.

- Perdi um dente que quebrei dormindo por causa do meu bruxismo.

- Perdi várias apresentações do meu filho na escola quando pequeno porque tive que trabalhar no dia.

- Perdi o sonho de um dia ser uma grande atriz.

- Perdi a data de pagar o IPTU com desconto.

- Perdi a promoção do Click On de uma escova progressiva.

O que a gente as vezes esquece,é das perdas positivas:

- Perdi meu complexo de altura que me torturava desde criança.

- Perdi uma amiga falsa quando decidi ser mais verdadeira.

- Perdi clientes ruins e ganhei outros muito melhores.

- Perdi o medo de colocar um DIU.Doeu pra caramba,mas eu coloquei!

E a melhor de todas as perdas até agora:

- Perdi a vergonha de dançar de novo e me "esbaldei" de dançar no sábado passado.




# Imagem obtida na internet, casal dançando Marabaixo, cultura tradicional de Macapá -AP

terça-feira, 10 de maio de 2011

TERAPIA MUSICAL



"Quando me esqueci que era alguém na vida,
Teu amor veio me relembrar"


A letra desta música fala da importância da amizade.
Fico pensando em mim mesma,nas minhas fragilidades e carências,e como é importante ouvir das pessoas que sou importante pra alguém.

Muitas vezes já quis me jogar no "lixo"da vida,sentindo que estou andando na contramão do mundo,sempre tem um "anjo" que DEUS manda pra me fazer relembrar quem eu sou de verdade.

Por isso,quando sinto que as coisas estão desmoronando,que está difícil suportar certas injustiças,boto a musiquinha pra rodar no meu computador.




Música: Humano amor de DEUS
Para relembrar quem somos.

domingo, 8 de maio de 2011

DIA DAS MÃES E A HISTÓRIA DE TALMA.



"Ah,meu DEUS,por que fui nascer tão emotivo?"

Esta frase é do meu filho Matheus,quando ele tinha 12 anos de idade e estava triste por ter terminado com uma namoradinha de escola.
Toda vez que me emociono na vida,penso nisso rindo um pouco por dentro.

Hoje,DIA DAS MÃES,não consigo deixar de pensar nas mães do Realengo,e em todas as outras que perderam os filhos.Sinto uma "dor do mundo" por elas.

Hoje quero prestar minha homenagem a uma pessoa que conhecí na BLOGOSFERA e não tenho tido notícias.Quem a encontrar,por favor,me avise.

A história da TALMA é uma uma história linda.Uma história de quem veio neste mundo para ser feliz.Desque li sua HISTÓRIA DE AMOR PELA VIDA sinto vontade de divulga-la para todos os cantos do Brasil (e do mundo).Quando eu puder e me tornar uma grande cineasta,terei o maior prazer em fazer um filme desta história.

Enquanto a dor do mundo ainda dói em mim,deixo pra vocês a beleza da história de Talma.

Feliz DIA DAS MÃES!