quarta-feira, 25 de junho de 2008

ORGANIZANDO O GUARDA-ROUPA



Arrume seu guarda roupa para o inverno 2008...

Organização, conservação e desapego
Essas são as leis básicas na manutenção de um armário saudável. Um pouco de tempo também é necessário. Dedique um final de semana com uma amiga ou amigo sincero, que goste de você e queira te ver bem. Na falta da amiga, e do amigo, um espelho pode ser um bom substituto. Tenha sempre por perto um espelho de mão, para que você possa enxergar suas costas.
Comece pelo começo
Experimente primeiro as peças novas e boas, que você já sabe usar. Registre os looks que deram certo por meio de fotos ou listas e numere-os, deixando-os sempre à mão para facilitar o seu dia-a-dia. Os favoritos devem ser posicionados na melhor parte de seu guarda-roupa.
Agora tente outras combinações, procurando ousar na mistura de cores e estampas. Lembre-se que o xadrez é a padronagem da estação. Acrescente sapatos e bolsas do fundo do armário, bijoux, cintos.
Invente sobreposições como camiseta por baixo de camisa ou vestido, duas camisas ou camisetas sobrepostas no mesmo look, componha com jaquetas ou casacos para um dia mais frio.
Para os homens, intercâmbios entre peças masculinas são válidos: roube o paletó de um terno e experimente com uma calça ou bermuda esporte, acerte o sapato etc. Vá então acrescentando as peças que já não estão tão novas e componha mais looks, sempre registrando as melhores combinações.
Vá até o final
Experimente todas as peças de sua coleção. Veja se montaram looks completos. As que sobraram podem ser levadas a um passeio nas lojas para encontrar seus pares. As manchadas podem ser tingidas, sendo o preto, em geral, a melhor opção. As descosturadas ou com algum defeito podem ser levadas a um armarinho ou a uma costureira. Algumas lavanderias também oferecem serviço de conserto.
Uma das melhores lições - entre tantas ótimas - do livro "Essencial", de Costanza Pascolato, é a do desapego: "Você pode guardar duas ou três peças por valor afetivo. Digamos quatro, no máximo. Mas se as peças são incontestavelmente passado - e não apenas seu, mas passado do mundo -, nem pense em guardá-las até a próxima arrumação de armário".
Portanto, reúna coragem e determinação para se livrar das peças que você não usa mais, deixando espaço para as boas, que devem ser guardadas limpas, passadas e abotoadas. É fundamental também que os armários estejam limpos e arejados, com espaço suficiente para não amarfanhar as peças. Os cabides devem ser sólidos e, na medida do possível, sustentar uma só peça, para que elas não amassem umas às outras.
E então pare
Terminado o trabalho, seu guarda-roupa arrumadinho, bote os pés para cima, ouça uma boa música e relaxe.
Colaborou nesta coluna Marina Pappalardo.
Fonte:http://estilo.uol.com.br

Nenhum comentário: