quarta-feira, 13 de agosto de 2008

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO



"Quem planta "tanto faz" colhe "talvez".
Quem planta "objetivo" colhe "resultado".

Roberto Shinyashiki



Outro dia, tinha saído a procura de cadeiras novas para a empresa e fui parar numa loja do centro de Vila Velha. Conversei com uma das vendedoras da loja, que estava me mostrando as peças. Quando olhei o relógio, tomei um susto :


- Nossa, já são três e meia da tarde !


- Graças a DEUS ! - a moça suspirou aliviada , mostrando que estava louca para encerrar o expediente.


Fiquei com um pouco de pena da situação da vendedora. Trabalhar onde a gente não gosta é altamente frustrante. Deu vontade conversar com ela, dar sugestões para que ela comece a procurar algo que realmente a atraia, que lhe dê prazer. Lembrei de uma "Mônica" que há muito tempo atrás trabalhou como estagiária da Caixa Econômica, e também ficava contando as horas para que o expediente terminasse.


Não se pode fazer um trabalho de qualidade assim, olhando para o relógio. É preciso buscarmos , dentro de nós mesmos , o que nos dá realmente satisfação, e investir nisso. Porque quando a gente faz o que gosta, mesmo que estejamos cansados da rotina, sempre temos forças para nos reinventarmos e encontrarmos novos horizontes.

2 comentários:

Quelida disse...

oi monica
realmente trabalhar forçadamente é pessimo.
muitas vzs o medo de trocar o q está "seguro" pelo duvidoso (o que gostariamos de fazer) faz com que a pessoa mantenha essa rotina desgastante.
bj

Paula disse...

Muitas vezes não é nem o medo de trocar, é a falta de opção.