terça-feira, 30 de setembro de 2008

DECIDÍ SER MAIS LEVE



Hoje estava pensando em tanta coisa que a gente carrega sem precisar. Tanta culpa, tantas crenças negativas a respeito da vida e de outras pessoas.

Uma das coisas que a vida , e Madre Tereza me ensinaram , é julgar menos e amar mais.
Mas, o que isso tem a ver com "decisões" ?

Muitas vezes, a gente , sem querer, decide coisas inconscientemente.Num Workshop que fiz uma vez, por exemplo, descobrí que tinha decidido "não ganhar dinheiro escrevendo". Foi interessantíssimo descobrir isso. Numa das sessões de regressão, voltei a minha infância e me ví com 12 anos de idade. Como sempre gostei de escrever , e já havia sido premiada algumas vezes em jornais infantis e revistas,resolvi inventar de escrever um "livro". Minha intenção já era: ficar famosa, viver de royalties, e poder então comprar meu som "Três em Um" na época...Com o restante do dinheiro, ajudaria minha família inteira a "sair do sufoco".

Escreví os "Originais" de um livro "maravilhoso", na minha opinião, não mostrei pra ninguém ( nem pra revisar, tamanha a minha "modéstia" na época ) .

Meses depois, quando eu já tinha esquecido do fato, a coordenadora da escola me chamou na sala dela. A editora para a qual eu tinha mandado os originais, me mandara de volta "agradecendo muito, mas não estava interessada na história".

O engraçado é que , aquela cena estava totalmente esquecida na minha cabeça. Quando fui estimulada a "voltar ao passado" e procurar saber o que acontecera para eu ter tomado a "decisão limitante" de não ganhar dinheiro escrevendo, minha mente inconsciente fez voltar a tona minha decisão tomada aquele dia "NÃO VOU GANHAR DINHEIRO ESCREVENDO" .

Anos depois, vejo que conseguí sucesso com a "desprogramação" de decisões limitantes feita no Workshop.Semana passada recebí de uma editora um Vale Postal de 100 reais por uma participação numa revista.

Agora, fiquei empolgada , e quero trocar todas as outras "Decisões Limitantes" que possam estar no meu inconsciente por "Decisões Libertadoras".....

Decidí ser mais leve....

6 comentários:

Greice disse...

Adorei o que escreveu. Sim é verdade colocamos barreiras em nossas vidas e nem nos damos conta, depois o que fazemos é perguntar por que? e na maioria das vezes a resposta está conosco..tudo está em nossas mãos,basta decidirmos e agirmos, deixar as barreiras e os medos fora desta, arriscar e vencer.
beijos

Luciene disse...

Estou retribuindo a visita e me sinto premiada!!!
Conhecer seu blog com textos importantíssimos para refletirmos. Acredite, estou nesse passo da vida, "tentando ser mais leve".
Um beijão e volto mais vezes, pode acreditar!

Nina disse...

Mônica, que interessante tema! vc faz regressao??? meu Deus, vc é forte menina! eu nao teria coragem de fazer, acho que se eu fizesse, iria ou ficar por lá, porque adoro "parte" da minha infancia, ou ia ficar chorando o resto dos meus dias, por "parte" da minha infância perdida. Nao, nao teria a sua coragem...
pra vc foi ótimo, porque vc percebeu aonde estava o problema. foi mt válido!

puxa, que legal que vc está mais leve, que legal, me sinto feliz demais qd ouco isso de alguém :)

que bom! que bom!

abracao pra ti

Marisa Pimenta disse...

Oi Mônica, vc não virou a escritora, mas sempre escreve coisas ótimas nos seus posts. Acho q todos nós em determinado momento temos bloqueios e nos amendrontamos c decisões, mas o mais importante é conseguirmos saber q um dia as coisas podem mudar e isso é q conta. Continue a escritora, pelo menos no blog!!! Olha tem um selo p vc lá no meu vivendodehistorias, vá buscá-lo. Bjks

Cris Ventura disse...

Oi Monica! Às vezes precisamos romper com padrões negativos do passado...Não estou julgando a herança dos ancestrais, mas há coisas boas e ruins...Fiquemos com as boas. Um livro pra você: "Quatro Passos do Poder Pessoal, de Denise Linn que é uma de minhas mestres de Feng Shui. Ah, meu filhote tb é Mateus ;-) Bjs!

K disse...

Me ensina como!
Gostei muito desse post.
Parabéns pelo seu blog.
Voltarei mais vezes.
Sucesso.
K
http://blogmadresanta.blogspot.com