sábado, 15 de novembro de 2008

FILME TERAPÊUTICO FAMILIAR



A tarde de sábado foi terapêutica pra família. Existem filmes que mexem com nosso inconsciente e fazem cair pequenas "fichas" , chamadas "insights" para os terapeutas.

Hoje assistimos o filme "Click", com o ator versátil Adam Sandler ( "Como se fosse a primeira Vez, lembram ?")

A história é de um jovem e bem-sucedido arquiteto que pretende ascender à condição de sócio da empresa onde trabalha. O arrogante proprietário da firma, conhecedor do talento e interesse de Newman, a todo o momento o provoca a dar mais de si para a empresa ao prometer-lhe cargos melhores e sociedade na empresa.

Newman tem uma bela esposa e dois filhos, e acredita que deve se sacrificar ao máximo em sua carreira para atingir uma condição invejável dentro da empresa, e assim permitir conforto e qualidade de vida elevada para sua mulher e as crianças.Para que isso aconteça, ele trabalha muito, sem questionar sua "corrida dos ratos"

Um dia, cansado de se estressar com os inúmeros controles remotos de sua casa, sai para comprar um "Controle Remoto Universal" , em uma loja. É aí que sua aventura começa.

Click é um filme que nos faz refletir sobre a pressa insana com que estamos levando nossa vida, esquecendo do que é essencial .

Lembrei da música do Paralamas,"Busca Vida", que tem um trecho assim :

Ele ganhou dinheiro
Ele assinou contratos
E comprou um terno
Trocou o carro
E desaprendeu
A caminhar no céu
E foi o princípio do fim


Será que falei muito e o filme vai perder a graça ?


Detalhe : Inspirada no Blog da Nina, resolvi colocar o fundo musical também.


12 comentários:

betty mello disse...

Querida, recebi este carinho da Dete e quero dedicá-lo a você. Passe no http://feltro-la-pano-papel.blogspot.com para pegá-lo e oferecer a outros amigos. Um beijino carinhoso, Betty

Andréia Santana disse...

Oi Monica!
Eu assisti esse filme e também como vc, eu fiz foi fazer uma reflexão sobre como estou levando minha vida; mas infelizmente quem mais precisa fazer essa reflexão não gostou do filme... meu marido. Pode com uma coisa dessa???
Bjos e tenha um ótimo domingo.

Sonia Regly disse...

Mônica,
Amei sua visitinha, volte sempre me senti honrada e feliz!!!!
Vc também é criativa, a gente nota pelo seu belo Espaço.Parabéns!!!!!!Gostei de te conhecer, nosso Brasisl têm muit gente boa!!!!!

Amábile - Mãe de dois disse...

amiga já vi este filme e realmente toca fundo e nos faz pensar sobre o que realment vale a pena , amei o fundo musical
bj

Amábile - Mãe de dois disse...

lú faz sim na tuacomoda , fica muito legal e é bem fácil . qqr coisa vai me falando bj

Janeisa Tomás disse...

Oi Monica pela bela descrição que fizestes do filme, aguçou minha curiosidade e já coloquei na minha listinha. Será uma ótima pedida para ver nas férias. Super beijo!

Nina disse...

Essa busca mts vezes é inútil...

deve ser um bom filme Monia. Eu vi no fim de semana ratatouille, ou algo assim, rsrs, tbm em familia. os meninos adoram. e um dia antes vi o cacador de pipas, até bonzinho, mas nem se compara a beleza e forca do livro.

ahhh música! agora sim! to em casa :)

CAROL RISSARI disse...

Eu tambem vi esse filme... e a reflexao que tenho é que ele é um tipo americano (egocentrico), o filme em si é um saco, mas com tudo na vida ele nos mostra grandes exemplos a ser seguidos ou nao.

"NAO PODEMOS DESESPERAR DOS HOMENS, POIS NÓS MESMOS SOMOS HOMENS" (ALBERT EINSTEIN "como vejo o mundo")

margaret disse...

Ainda bem que ja assisti senão ja ficaria sabendo de tudo...kkkkkkkkkkkkkkkkkk
é um filme muito bom...faz a gente pensar mesmo.

Lily Zemuner disse...

Eu assisti esse filme várias vezes e não me canso, é uma graça. Bem sessão da tarde mesmo, mas adoro. Agora, nenhum bate 'como se fosse a primeira vez'. É lindo!

Priscilla disse...

Oiii
adorei esse filme, me fez rir e chorar ao mesmo tempo, me fez pensar muito também e ver que a vida é tão simples!
Um beijo querida.

Regiane disse...

Oi Monica!
Eu assisti este filme por indicação da terapeuta do meu marido.Assistimos e choramos juntos ao ver uma história tão verdadeira e que retrata tão bem a vida moderna.
Vale a indicação!
Regiane