sábado, 21 de março de 2009

NO MUNDO DA LUA




Pegando carona no post que a Nina, escreveu estes dias , já devo ter falado por aqui que sou uma "mente inquieta".


O livro que a Nina está lendo, MENTES INQUIETAS foi um bálsamo pra minha alma~
( também inquieta )


Pra vocês terem uma idéia, eu adoro começar coisas e não terminar. Tenho idéias que os outros consideram "incríveis", mas que trilhões de vezes não consigo concluir, simplesmente porque paro de me interessar por elas.


Lembro do capítulo do livro que fala da RAINHA DO LAR EM APUROS, em que lembrei da minha fase "pós-parto" que foi a mais caótica da minha vida. Eu simplesmente não sabia o que fazer com aquele "menino chorão" e toda a rotina que ele precisava ter.


Muitas vezes cheguei pro meu filho e disse :
"Você merecia uma mãe melhor.....Quem mandou você me escolher ?"


E ele respondia :
"Mas mãe, eu gosto de você do jeito que você é...."


Abençoada seja a DRA ANA BEATRIZ SILVA, que escreveu não só este, mas outros livros esclarecedores, como MENTES INSACIÁVEIS e MENTES PERIGOSAS.


"Se conseguir libertar-se de todo peso e ressentimento que desenvolveu ao longo de anos de recriminações , e também tornar-se menos sensível a críticas, então poderá trilhar o seu caminho sem culpas e sem angústis, por um atalho que poderia ter seguido desde cedo, e sem muito sofrimento , se pudesse descobrir seus talentos naturais e desenvolvê-los, e não adequar-se a um limitado padrão, no qual muito dificilmente iria caber sem algum , ou muito, desconforto"


E por falar em ANA BEATRIZ SILVA,autora do livro, me disseram que ela está recentemente fazendo um trabalho na TV Globo, com a atriz Letícia Sabatella, ajudando a construir a personagem Ivone, que é uma "mente perigosa".


"A vida chega a doer, a enjoar, a cortar, a roçar, a ranger,
a dar vontade de dar gritos, de dar pulos, de ficar no chão, de sair
para fora de todas as casas, de todas as lógicas e de todas as sacadas."


Passagem das Horas/Álvaro de Campos

Um comentário:

Gina disse...

Ah, agora entendi porque sua ideia do "mulherão" não foi adiante... Rsrs!
Quanto ao seu "menino chorão", ele não nasceu nessa família por acaso. Deus envia as pessoas certas para as famílias certas.
Já dizem os famosos administradores, focar o talento é melhor do que tentar melhorar os pontos fracos.
Beijos, querida!