quinta-feira, 16 de abril de 2009

BRINCAR DE VIVER




É tão bom quando a gente está precisando "ouvir" alguma coisa e "ALGUÉM" lá em cima te manda uma "mensagem" através de uma leitura, uma frase que você ouve na rua, uma atitude de alguém que aparece do "nada"

Ontem estava pensando que "crescí" muito rápido. Comecei a trabalhar aos 16 anos, e desde então sempre que lembro de mim mesma,me vejo como "a preocupada com o amanhã".

Desde essa idade aprendí a deixar os "pequenos prazeres da vida" pra lá, sempre em busca de um "futuro" mais tranquilo.

Graças a DEUS, não me arrependo de nada do que fiz, ou do que não fiz , tipo, economizar para ter minha primeira câmera de vídeo, com a qual comecei na profissão que tenho hoje....Tudo rendeu bons frutos.

Mas não recomendaria ninguém a viver como eu viví durante muito tempo,pois é "descompensante". Tudo necessita ter um equilíbrio, e depois de algumas "descompensações", eu percebo que o HOJE é tão importante como aquele "AMANHÃ" que você quer melhorar.

Recentemente peguei uma mania quase adolescente : usar pink. Tudo bem, na INDIA ( descobrí estes dias ) as mulheres usam PINK no lugar de branco no dia do casamento, mas o uso do "PINK", do "LILÁS" e do "ROSA" agora estão tendo a ver com meu resgate da criança interior, que me motiva e me dá alegrias no dia-a-dia.

Por "jesuscidência", saiu uma matéria hoje no YAHOO sobre isso.

Um comentário:

Ozenilda Amorim disse...

jesuscidência: nós sabemos o que isso significa, não é mesmo?
Vivi minha vida assim como você, só parei quando tive a primeira crise de depressão e ainda insisti, pode!
Hoje, diante do quadro de doença psiquiátrica instalado, Transtorno Bipolar, penso a vida de um modo diferente e vivo assim também.
Graças a Deus consegui e não me arrependo, exatamente como você.
Foi bom ler o seu post.
;)