quarta-feira, 9 de setembro de 2009

LIBERDADE DE SER




"Agora perdí a vergonha. Terapia não é "luxo" nem eu sou louca "de verdade".
Tenho minhas loucuras como quase todo mundo. Mas não preciso sucumbir aos desgostos da vida mais do que eles merecem.É certo ficar triste com algumas coisas.
Não é certo não ser feliz nunca.
Para dor de dente, dentista.
Para dor da mente, terapia"

Soninha Francine

9 comentários:

Ozenilda Amorim disse...

As pessoas tem muito preconceito para tratar de problemas psicológicos e psiquiátricos, preferem ir a outros médicos tentando se enganar. Mas é bom quendo alguém burla isso, pois tem uma grande oportunidade de ser feliz. Fiz terapia por quatro anos, depois da primeira crise de depressão e isso salvou minha vida. Posso dizer que não é fácil, dói muito, mas vale a pena se conhecer. Boa sorte amiga.
;)

Déia disse...

Concordo! Que acabe de uma vez por todas o preconceito!!
Terapia é algo que todo mundo deveria fazer, certamente as pessoas seriam um pouco mais felizes!
bj

MULHER BÁSICA disse...

Eu amo a Soninha... desde os tempos da MTV... ela sempre se mostrou uma pessoa sem medo de viver e comprova isso mais uma vez... fala o q sente sem medo do q vão achar...infelizmente como política não vai conseguir fazer grande diferença, mas a parte dela ao menos...
Bjão

Susyanne Alves disse...

Assino embaixo!
levanto com tudo a bandeira da terapia já!
se você tem algum problema o primeiro passo para resolvê-lo é admiti-lo.

Beijíssimo

brasildobem disse...

Também assino em baixo, a terapia é o melhor investimento em saúde mental, ela trata de dentro pra fora e, consequentemente, ajuda e muito todos e todas a lidarem com o seu autoconhecimento e suas crises existenciais, que diga-se de passagem, quem não tem?
Bjs.
Janeisa

Carolina disse...

Terapia é tudo de bom.
Qdo alguém me fala que nunca fez porque não tem problemas , aí desconfio. É aí que mora o perigo...
Claro que não é parada obrigatória, mas faz um bem danado. Mexe aré com a pele.

bjos

Nana disse...

Flor, eu adoroooo fazer auto análise rs
Mas ainda não fui no psico.
Olha, eu adoro comer essa torta geladinha viu, é a minha paixão.
Independente do recheio.
Bjss

Mariana disse...

Eu faço há 3 anos.
Nunca tive preconceito, adoro e me faz super bem.
bjs

Ana Filipa Oliveira disse...

Normalmente o preconceito não é de quem faz a terapia, mas de quem vê o outro fazer. Eu pessoalmente penso que nesse preconceito, também existirá um misto de outro sentimento. Eu acredito que quem faz terapia é quem deseja dar um passo na sua evolução, fazer uma mudança... e para isso é preciso coragem, pois vai-se expor, vai mexer nas feridas... e nem todos conseguem (mesmo querendo) arranjar força para ir em frente nesse campo maravilhoso do Desenvolvimento Pessoal e Humano. Amei a sua partilha! Não conheço a autora, mas falou muito bem!