quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

NEM TÃO TONTA ASSIM



“As coisas caem dos meus bolsos e da minha memória: perco chaves, canetas, dinheiro, documentos, nomes, caras, palavras... Eu ando de perda em perda, perco o que encontro, não encontro o que busco, e sinto medo de que numa dessas distrações acabe deixando a vida cair”.

Esta frase poderia ser minha , ou de qualquer pessoa portadora de TDAH ( Transtorno do Deficit de Atenção e Hiperatividade ) .Mas é do intelectuaal e escritor uruguaio EDUARDO GALEANO, em O LIVRO DOS ABRAÇOS .Sim, aquele mesmo que escreveu
AS VEIAS ABERTAS DA AMÉRICA LATINA, livro que li na faculdade há mais de vinte anos e que me deixou estarrecida com as sacanagens que nós do Terceiro Mundo já sofremos.

Fico feliz quando encontro alguém inteligente "parecido" comigo e com os meus esquecimentos.

Nenhum comentário: