sexta-feira, 15 de abril de 2011

E DAQUI A ALGUNS ANOS?



Depois de uns dias sem nada escrever,volto falando de DINHEIRO.Pelo menos é uma coisa que todo mundo gosta(mesmo quem não assume).
Já disse pra vocês que gosto muito do que MARA LUQUET fala e escreve,tanto na CBN quanto nos seus livros.Hoje o PODCAST dela foi bem interessante:muita gente se casa como se fosse viver junto eternamente,e o casamento acaba virando uma SIMBIOSE.A pessoa acaba virando uma "parte" do outro,e fica totalmente sem chão quando a separação acontece.

Por outro lado,MESMO que a separação não acontece,em caso de envelhecerem juntos,existe uma enorme cobrança de quem produziu mais,trabalhou mais(comigo por exemplo acontece isso direto:meu marido e eu começamos nossa vida profissional juntos,e volta e meia existe uma cobrança consciente e inconsciente).

Agora fico imaginando uma mulher que deixa de trabalhar durante anos,para cuidar de trigêmeos,por exemplo...E se mais tarde o marido quiser separar dela,quiser levar vantagens no patrimônio e ainda tiver a cara de pau de dizer que ela nunca trabalhou?

Vocês acham que isso não existe?

Conheci e conheço tantas histórias de mulheres que foram "descartadas"como qualquer objeto inútil,que este assunto sempre mexe comigo.


É sempre bom ouvir a MARA.
Clique aqui:
CBN - A rádio que toca notícia - Mara Luquet

Ouçam com carinho.Vale a pena para pensar.

4 comentários:

Carolina disse...

É verdade isso acontece.Conheço várias pessoas que mesmo insconscientemente se perderam na jogada e de repente se viram numa enrascada. Casamento não está vinculada a segurança financeira jamais.

Ótimo post!
Bjos

Dama de Cinzas disse...

Não gosto de dizer nunca. Mas acho que seria bem difícil largar meu emprego pra viver as custas de um homem, que um dia pode me dar um chute e eu ficar sem tudo, sem emprego, sem casamento, sem ter como me sustentar... Affe... Essa idéia me apavora... Acho que eu juntaria com ele e pagava duas babás para os trigêmeos... rs

Beijocas

Solange disse...

e eu penso aqui que, nesse "descarte", sempre quem acaba perdendo e ficando sem chão, é o homem...
pois a mulher está acostumada a lutar por tudo o que quer, não recebe nada de "mão beijada".

bjs.Sol

Adriana Balreira disse...

Mônica,
É a primeira vez que venho no seu blog e adorei! Esse poste realmente diz muita verdade da vida dos casais.
Beijos
Adriana Balreira