sábado, 12 de janeiro de 2013

O BRILHO NOS OLHOS

“Tenho a sensação de que nossa trajetória nesta vida é dentro de um rio onde,até a metade da nossa existência,podemos somente nos deixar flutuar e sermos levadas. À certa altura,precisamos nadar contra a correnteza, porque o prazer de flutuar já não nos basta.Queremos mais, já conhecemos,vamos ficando exigentes e cada vez menos coisas nos trarão brilho aos olhos.Se simplesmente nos deixamos levar,vamos ficando um pouco reclamonas da falta de sal das coisas,os homens vão ficando no sofá,o controle remoto ajuda,o Facebook também.Temos que nadar contra a correnteza,ir contra o peso dos dias,experimentar se livrar de si, de desrespeitar um pouco,se reinventar e se surpreender.” Essa frase é da atriz Denise Fraga,que eu encontrei numa revista que não lembro o nome. Resolvi recomeçar as postagens do meu Blog com ela. Durante muitos meses fiquei doente.Doente de verdade.Era uma doença silenciosa,que não incomodava muito as pessoas,mas me destruía por dentro.A dor emocional era imensa.A falta de vontade de viver era imensa. Imagino que muitas pessoas no mundo sofram dessa doença e jamais serão diagnosticadas. E quando forem,e resolverem falar com alguém sobre isso,serão desestimuladas a se tratarem.A DEPRESSÃO muitas vezes é confundida com falta de atitude e de fé. No ultimo DIREÇÃO ESPIRITUAL,Padre Fábio de Melo explicou sobre as causas químicas da DEPRESSÃO e os mitos que atrapalham o tratamento. Bom,agora que já falei um pouco sobre isso,quero compartilhar com vocês algo que está me trazendo o tal "brilho nos olhos" que Denise fala no início do Post.Na empresa,começamos há algum tempo atrás,a fazer todas as manhãs o CAFÉ COM PROSA. É uma espécie de "Contação de Histórias",onde trabalhamos textos "terapêuticos" e motivacionais. Vou compartilhar alguns dos textos bacanas com vocês no meu Blog TERAPIA LITERÁRIA. Na verdade,é um sonho antigo que está voltando agora. A idéia é encontrar textos que nos ajudem a elaborar questões pessoais e profissionais. A cada texto comentado,surgem insights e idéias. Uma das funcionárias resolveu voltar a estudar,depois de se sentir mexida ao ler um texto do Blog português FRASES PODEROSAS,de Ruy Gabriel. Acho que o mais legal de tudo é o caminho,a busca.A vontade que tenho de levantar de manhã e descobrir textos que vão me acrescentar e,além disso,transformar vidas.Como a frase da escritora Adélia Prado que uma amiga me mandou:“Não quero faca, nem queijo. Quero a fome.“

Um comentário:

Valéria Martins disse...

Querida Mônica, eu não sabia que tinha estado TÃO doente. De qualquer modo, que bom que já melhorou! Eu também melhorei da minha "nostalgia da juventude". Acho que tem a ver com a época da nossa vida de mulher, a caminho dos... 50! Os hormônios entram em colapso e afetam o nosso cérebro... São muitos os desafios dessa vida! Mas a gente não pode esmorecer. Caiu? Levanta! É assim que eu tento levar... às vezes é difícil, mas eu tenho fé, vida espiritual, e isso ajuda muuuuito. É um diferencial e tanto, e agradeço a Deus por essa dádiva.

Querida Mônica, vamos nos encontrar em Paraty esse ano, hein?

E parabéns pelo trabalho com os textos motivacionais.

Beijocas,

Valéria