quarta-feira, 7 de abril de 2010

FRÁGEIS



Como é difícil encarar que somos tão vulneráveis....Que nossos planos podem desmoronar a qualquer momento, como nossas casas.

E quantas vezes a gente insiste em viver como se fosse morrer nunca. Como se fossemos levar todas as coisas que acumulamos com a gente...

E a gente vai levando a vida, deixando de saborear cada momento porque sempre temos que fazer alguma coisa "importante" , para um "futuro" que nunca vai chegar.

4 comentários:

... Michelle Harue... disse...

Bom Dia Mônica.
Como sempre, me fazendo pensar um pouco sobre coisas que normalmente não "lembro".
Obrigada.
Bjos

Gina disse...

Hoje assistia a um noticiário, no qual se falava sobre a casa ser nosso porto seguro, um lugar que gostamos de voltar ao final do dia. E quando não se tem mais esse referencial? Triste, muito triste, pior ainda quando as vidas se foram junto com o porto "seguro".
Bjs.

Mônica disse...

Há gente acostumou a ver problemas ambientais em São Paulo mas eu nunca vi casas des truidas no Rio de Janeiro.
Eu só vejo a beleza da natureza e do mar.
Os problemas sociais a gente vê e sá medo, mas...
O que será que Deus está querendo dizer que eu não compreendo?
com carinho Monica

Bordados e Retalhos disse...

Como sempre seu "post terapeuta" trazendo as reflexões tão importantes para a vida. Adorei a cara nova do blog. Bjs