quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

BASTA UMA PALAVRA PARA MUDAR



Acordei de madrugada com a dica de um outro filme nacional ( que ainda não vi ,mas estou querendo ver urgente ) :
FLORDELIS

É a história verdadeira da missionária Flordelis, moradora da favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, que enfrentou lutas, desafios e seus próprios limites para cuidar de 41 filhos (37 adotados e 4 biológicos). As crianças foram surgindo após uma chacina que aconteceu na Central do Brasil, onde a missionária fazia um trabalho de evangelismo para resgatar jovens envolvidos no tráfico de drogas.

Estou com sede de filmes e livros que realmente me transformem em uma pessoa melhor, e este parece ser um deles.....

CONSTRUINDO SUA AUTO-ESTIMA.




Ontem me emocionei muito com a personagem da Bárbara Paz , na novela das 21:00, falando com uma amiga :

- Por favor, não fala assim ( referindo ao seu namoro com Miguel, que havia acabado ) . Assim você acaba com a minha pouca auto-estima, que ainda estou construindo com muita dificuldade.

Esta fala mexeu muito comigo. Eu sei o que é ter uma auto-estima construída com dificuldade. As sessões de terapia as vezes são doloridas, e a gente tem que encarar os nossos monstros interiores.

Só que uma coisa eu garanto : o resultado a gente vê , não somente na parte psicológica, mas também na parte material e profissional .

Recomendo.

* Uma pergunta : auto-estima tem hífen ainda ?

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

CORRIGINDO ERROS QUE SE REPETEM



Uma vez, li não sei onde ( eu sempre leio as coisas e não lembro onde, agora comecei a anotar ) que para você deixar o AMOR entrar, você tem que acolher os seus sentimentos menos nobres, como a raiva , por exemplo....

Estou "trabalhando" na terapia meus "erros que se repetem".Sou meio "passional" com minhas amizades ( incluindo funcionários e clientes ) , me empolgo demais com as pessoas, me deixo invadir demais. Viro logo "AMIGA DE INFÂNCIA" , e acabo contando minha vida toda, se deixar passo o número da identidade, CPF e até a senha do banco.

Depois de um certo tempo cai a ficha : "Putz, falei demais !" "Me empolguei demais "

Com a ajuda da terapia já constatei que adoro "abrir espaços para as pessoas", me "deixando usar por elas" . Foram muitos os "clientes" que viraram "amigos" e nunca mais quiseram me pagar pelos trabalhos.

Só que depois eu fico com raiva. MUUUUUUUUUUUUITA RAIVA. Aí , já era. Acabo enjoando da cara da pessoa , e , nunca mais quero vê-la.

Ou seja: vou ao pico da "EMPOLGAÇÃO" para o fundo do poço da "DESEMPOLGAÇÃO"

To trabalhando para que esta "EMPOLGAÇÃO" seja menor ao conhecer as pessoas, e que eu seja mais cautelosa, para não ser aquela que passa do "fogo" para o "gelo" com tanta gente. Não existe gente tão "especial" que não tenha defeitos.

E to trabalhando os meus limites também para chegar para as pessoas e dizer : "Êpa , esta aqui sou eu !"

Um dia eu aprendo.

Por enquanto , é só um pequeno desabafo.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

DIETA DO BOLSO EM AÇÃO




Lí em algum lugar ( destes que ensinam a gente a adquirir INDEPENDENCIA FINANCEIRA ) que , para aliviar nossa própria compulsão por COMPRAS, devemos primeiro guardar a foto do objeto desejado por uns tempos.

Pois é....

Comentei ALGUNS POSTS ATRÁS que BLOQUEEI meu CARTÃO DE CRÉDITO, pois estou precisando ALAVANCAR minha vida profissional e ter uma renda melhor depois...
Desde que bloqueei , trilhões de promoções começaram a aparecer pra mim .....Como vai dar um pouco de trabalho ir ao banco desbloquear, nem precisa dizer que eu estou "perdendo" todas.....

Acabei desistindo até mesmo do DESIDRATADOR, pois acho que não preciso dela no momento. Dá para esperar minha ALAVANCAGEM.


Ao mesmo tempo, a LISTA DAS 100 COISAS está crescendo, cheia de fotos lindas dos meus sonhos de consumo.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

NO BALANÇO DAS HORAS




"Balançar é o melhor remédio para depressão. Quem balança vira criança de novo. Razão por que eu acho um crime que, nas praças públicas, só haja balancinhos para crianças pequenas. Há de haver balanços grandes para os grandes! Já imaginaram o pai e a mãe, o avô e a avó, balançando? Riram? Absurdo? Entendo. Vocês estão velhos. Têm medo do ridículo. Seu sonho fundamental está enterrado debaixo do cimento. Eu já sou avô e me rejuvenesço balançando até tocar a ponta do pé na folha do caquizeiro onde meu balanço está amarrado!

Rubem Alves


Este é um trecho do livro que "solicitei" no site
TROCANDO LIVROS:
"MANSAMENTE PASTAM AS OVELHAS"

Minha CRIANÇA INTERIOR precisa de um balanço para brincar !

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

ENCASQUETEI



Voces conhecem o verbo
"ENCASQUETAR" ?

Pois é , "ENCASQUETEI" em comprar um DESIDRATADOR DE ALIMENTOS PORTÁTIL pra mim.....Sei que poderia fazer em casa mas , "jeitosa" como sou, desanimei já desde início.

Assim,resolvi me "arriscar" no MERCADO LIVRE, onde nunca comprei. Será que vai dar certo ?

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

VAMOS ALAVANCAR NOSSAS VIDAS ?



Resolvi dar uma ALAVANCADA na minha VIDA PROFISSIONAL e principalmente FINANCEIRA.

Decidí sair um pouquinho da CORRIDA DOS RATOS, ou melhor da CORRIDA DO CARTÃO DE CRÉDITO...

Pra dar esta ALAVANCADA , vou precisar deixar de fazer aqueles "parcelamentos" irresistíveis que os cartões oferecem....

Depois eu conto as novidades....

Quem quiser o significado da palavra ALAVANCAR, clique nela.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

FILMES PARA ASSISTIR E GOSTAR





De quinta passada pra cá assisti a dois filmes brasileiros adoráveis:
ANJOS DO SOL e VIDA DE MENINA !

ANJOS DO SOL é bem pesado e triste, sentí uma dor imensa pensando na realidade de tantas meninas brasileiras que vivem na prostituição.

VIDA DE MENINA é uma viagem no tempo, um filme relaxante para tomar um cafezinho com bolo num final de tarde....

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

O QUE SONHEI SER E NÃO FUI




"Não peço emprestados outros mundos
para aliviar o meu".


Peguei "emprestada" a frase de FABRÍCIO CARPINEJAR para "atualizar" minha nova fase. Voltei às sessões de terapia. É hora de encarar a minha realidade de novo.

Mesmo que volte a doer, que eu volte a ter que encarar de frente a pessoa que "consegui ser".

Doeu um pouco ler a crônica do FABRÍCIO : O QUE SONHEI SER E NÃO FUI .