sábado, 31 de julho de 2010

INDO ALÉM DO MAL E DO BEM

- Obrigada, Mônica , você é um anjo.

- Anjo eu até aceito ser. Não aceito aquela expressão cafona "Como você é boa !"

- Como ?

- Por favor, me chame de tudo, menos de uma" pessoa boa". Posso ser "do bem", mas nunca "uma pessoa boa".

- Não estou entendendo.

- Ouviu falar do livro do Gikovate, psicanalista ?

- O quê ?

- O nome do livro é : O MAL , O BEM E MAIS ALÉM . O livro desmitifica esta relação entre pessoa boa e pessoa má. Segundo ele , as pessoas se dividem em : egoístas , generosos e justos. Se você é considerada uma pessoa generosa nas relações, cuidado : algum egoísta está sugando a sua energia e você está contribuindo para que ele se torne mais egoísta. O ideal , segundo ele é ser uma pessoa justa.

Tarada por livros que sou , já comprei meu exemplar da TRAVESSA. E este exemplar só vou emprestar quando aprender a deixar de ser "generosa" e me tornar uma pessoa "justa".

quarta-feira, 28 de julho de 2010

DEZ LIVROS QUE FAZEM PENSAR E MUDAR

Acabei de ver no site da REVISTA BONS FLUIDOS uma matéria : DEZ LIVROS QUE FAZEM PENSAR E MUDAR .

Isso é covardia com uma mulher compulsiva e viciada !

Bom pelo menos dois eu já tenho !

Confiram a LISTINHA e me falem se não é covardia .

segunda-feira, 26 de julho de 2010

PSICÓLOGA DE BOTEQUIM

Putz virei minha mãe !

Você já teve a sensação de que é igualzinha a alguém ?

Pois é isso que eu sinto quando vejo me vejo perto da minha mãe. É algo irritante. Temos praticamente a mesma cara, o mesmo jeito de andar, de falar, e de não querer entrar em conflitos ( e depois ficar p. da vida porque aceitou o que os outros queriam para não brigar)

Na verdade, é algo pirante ser "tão igual" a alguém....E ainda ter que ouvir coisas que ela faz que você vive fazendo também na sua vida e detesta :

- Outro dia , eu ia sair com seu pai, não sei quem se meteu a besta, resolveu sentar no banco da frente e eu acabei sentando atrás, com raiva....

É , se fossemos outra pessoa , seríamos mais "agressivas" , e diríamos :- Epa ! Quem senta na frente sou eu !

Mas como não queremos criar clima...

Só que esta história de "não querer criar clima" tem limite....Existe um momento que você tem que mostrar quem você é...E se você não é Madre Tereza, não finja. Fica mal . Faz mal pra saúde...

Ontem o maquiador do comercial que estavamos gravando estava puto porque tinha emprestado sua maleta de maquiagem a um amigo que viajou e pouco se lixou pra devolver no dia certo. Ele estava reclamando:

- Nossa, a gente que tem um coração bom , as pessoas abusam...

Aí eu tive que virar "psicóloga":

-Olha,nesse caso eu não acredito nesta história de "coração bom", "pessoa boa", "pessoa má". Muitas vezes a gente empresta as coisas por culpa, porque não quer entrar em conflito , porque acha que vai precisar da pessoa mais tarde.

Aí foi a vez do editor entrar no meio :

- Meu professor dizia que numa relação de empréstimo sempre tem um otário . Otário é quem empresta ou então otário é quem devolve depois.

E o paradigma da "falsa bondade" foi quebrado com bom humor e "terapia de botequim".

domingo, 25 de julho de 2010

QUANDO É HORA DE USAR DE VERDADE O PERDÃO




"Acho que perdoar não é dizer: Soltem os assasinos de meu filho. Perdoar é tirar o ódio de dentro de você. É não querer mais o mal da pessoa que fez o mal para você. Então, perdão é uma coisa e justiça é outra. A justiça tem de ser cumprida."

Este foi o depoimento do pai do Ives, garoto assassinado brutalmente há alguns anos atrás em São Paulo...

Esta semana a REVISTA VEJA veio com uma matéria especial sobre o perdão.

Há quatro anos atrás minha família e eu tivemos a "oportunidade" de nos testarmos da pior maneira possível o nosso cristianismo e a nossa capacidade de perdoar.Meu marido quase foi assassinado por uma pessoa da própria família, o próprio cunhado, na época, que já havia agredido sua irmã e sua mãe.

Esta pessoa não foi punida pela justiça ( nem será )apesar de existir um processo no meio , e existe uma criança ( o filho deles ) envolvida na história.

Na época, o que mais apareceu foi gente oferecendo "serviços" para dar um "fim" na pessoa. Até hoje as pessoas me perguntam se não aconteceu nada com ela, ou se nós não fizemos "nada".

Na verdade, faço sim. Procuro fazer muita oração e pensar somente coisas boas e que elevam o espírito. Sei que existe uma LEI DO RETORNO, e nenhuma dívida fica sem ser paga. Sempre acreditei nessa LEI e isso me dá tranquilidade. Mas , como o pai do menino Ives diz, o perdão é uma coisa e a justiça é outra.

Confesso que não foi fácil trabalhar a espiritualidade e o perdão quando é tão próximo assim. Ainda é uma batalha diária.

Pesquisando na Internet hoje descobri a ESPERE, ESCOLA DE PERDÃO E RECONCILIAÇÃO.Uma entidade ecumênica que merece todo nosso respeito e divulgação

Clique aqui para conhecer algumas músicas utilizadas nos encontros da ESPERE:

http://www.espereniteroi.com/Algumas-musicas-utilizadas.php

segunda-feira, 19 de julho de 2010

ESTOU DO MEU LADO AGORA



Segunda-feira com muitos planos e sonhos....

Ontem estava vendo uma entrevista do ator Murilo Rosa, num Making Off do filme que ele atuou "A ORQUESTRA DOS MENINOS".
Ele estava dizendo que na vida "uma hora a gente tem que tomar uma posição, a gente não pode ficar em cima do muro". Ele estava se referindo ao filme, que tem uma mensagem de atitude política.

Resolvi me posicionar em favor de mim mesma.
Chega de fazer o que não me agrada, só pra agradar os outros.Acho que ninguém no mundo merece mais respeito do que a gente mesmo. Pois,no final das contas, é "com a gente mesmo que a gente vai conviver o resto da vida"

Por mais que a gente queira agradar pai, mãe, marido, filho, sogro e sogra,amigos, se a gente não for verdadeiro ,não limitar o espaço seu que o outro invade , sobra muito pouco da gente depois.As vezes é preciso pontuar :"Epa, este aqui sou eu ! Daqui pra cá sou eu, não ultrapasse !"

Acho que é um bom insight pra começar a semana...

quinta-feira, 15 de julho de 2010

A VIDA QUE A GENTE LEVA

"A vida que não é examinada não vale a pena ser vivida"

Coloquei esta frase de Sócrates num pequeno quadro-negro que tenho na empresa. É uma frase que incorporei para a minha vida.

Eu sempre gostei de "refletir" sobre a vida. Atualmente, com duas perdas queridas, estou refletindo mais e mais, a fim de que eu possa ter dias mais agradáveis enquanto estou por aqui. Sim, porque uma hora eu também serei "chamada", ou melhor, ficarei"encantada" como diz meu amigo Rubem Alves.

Com a idade, estou me tornando também uma pessoa menos paciente com os "Tadinhos", aqueles que tem desculpa pra tudo, que reclamam de tudo. Acho que a melhor coisa que a gente pode fazer por um "Tadinho" é fazer ele deixar de ser "Tadinho".Ajuda-lo a ter atitude na vida.

Uma frase que adoro e sempre falo pro meu filho :
"Aquele que é muito bom em desculpas acaba não sendo bom em mais nada"
Benjamin Franklin



Coloquei a Leila Pinheiro como fonte de inspiração, com a música "A VIDA QUE A GENTE LEVA"

sábado, 10 de julho de 2010

LIVROS , AFETO E ORGANIZAÇÃO



Com o passar dos anos, descobri que os livros que eu amo são como grande amigos a quem eu recorro para "ouvir conselhos".

Então, assumi para mim mesma, que agora só irei emprestar para quem realmente tenha o compromisso de me devolver, ou seja, pessoas mais chegadas. Não adianta me fazer de "desprendida" com meus livros e depois ficar com raiva.

Tenho uma enorme vontade de compartilhar , e ver algumas vidas transformadas por apoio de livros. É por isso que vou me empenhar em ser uma "BIBLIOTERAPEUTA AUTODIDATA".A primeira e única paciente ( que terá paciência ) serei eu .

Estou organizando meu BLOG TERAPIA LITERÁRIA para arquivar textos que considero terapêuticos. Ainda está em fase de "transformação" mas pretendo separar os marcadores de acordo com os assuntos que alguém pode querer procurar para sentir um "certo acolhimento" na vida.

Todos os textos escolhidos estão com os respectivos autores, e nome dos livros de onde foram retirados. A intenção, além de oferecer "colo", é divulgar os livros e os autores.

Caso queiram fazer uma visitinha sem compromisso, A CASA está as ordens. Só não reparem , pois ainda está em "obras".

Um ótimo final de semana pra vocês, cheio de REFLEXÕES, TRANSFORMAÇÕES e LIVROS LINDOS.





P.S-
1- Como é linda a COLEÇÃO DE CLÁSSICOS ABRIL, hein ?

2- Como não sou santa também, se tiver algum livro de alguém comigo, é só se manifestar. To querendo colocar ordem na casa.

terça-feira, 6 de julho de 2010

SABER SAIR DE CENA ( e também saber voltar )

Há um mês atrás fui consultar com um psiquiatra famoso em Vila Velha. Gostei dele, apesar de ter sido tão direto comigo . Depois de ter contado minha história profissional ( e claro, bastante também a pessoal ) , reclamei com ele do meu "sono-fuga". Ele resumiu pra mim que "quem era o sujeito da própria história não sentia tanto sono, queria mais é ficar acordado"


Entendi perfeitamente o que ele disse. Esta semana comecei a sentir os primeiros resultados de uma "sementinha profissional" que
plantei,"vigiando e orando" , pedindo a DEUS uma luz que me fizesse sentir qual era minha verdadeira missão .Resultado :um projeto nosso de documentário foi aprovado por uma lei cultural da minha cidade. Terei a oportunidade de ser jornalista e participar ativamente de algo que pode ajudar a melhorar a qualidade de vida de VILA VELHA .


Já senti que o sono diminui e a alegria profissional voltou . Voltei a ser "sujeito" da minha história.


Com isso , também voltei a trabalhar integralmente na empresa , com o maior gás.

Escolhi Elba Ramalho para a música-tema do post de hoje :



Música : De Volta pro aconchego

sexta-feira, 2 de julho de 2010

OBRIGADA, DUNGA !



Calma gente !

Estou agradecendo ao DUNGA da CANÇÃO NOVA, pelo bacana trabalho social e psicológico que ele faz junto aos jovens ( e eu ainda me considero jovem de espírito, viu ?).Esse é muito menos famoso, bem mais simpático e bem resolvido.

Mas também quero agradecer ao outro DUNGA, o mal-humorado, por ter "mandado" a seleção brasileira logo de volta pra casa.

Humor negro ou "sem-gracisse" minha ?

Nada disso. Só vontade de trabalhar,pagar todos os funcionários , prosperar e conseguir fazer minha pequena empresa dar lucro de novo.

Uma amiga, que também é microempresária, estava me contando que ontem, sexta-feira, uma de suas funcionárias a abordou , questionando "como é que ela tinha a "ousadia" de abrir a loja hoje a partir das 14 horas, "se não iria ter nada pra ela fazer na empresa"


Juro que depois do jogo, quando vi que os telefones voltaram a tocar, apesar de toda raiva daquele tal de Felipe Melo, senti uma ponta de alívio de tudo ter "acabado" e minha vida profissional poder "começar" a voltar ao normal.

Afinal, os funcionários e os clientes param , mas as nossas contas nunca pararam para assistir aos jogos do Brasil.



Musica tema : As Andorinhas voltaram, do Trio Parada Dura